[ editar artigo]

Turismo do Chocolate: Itália

Turismo do Chocolate: Itália

 

A Itália é um dos destinos favoritos dos brasileiros quando viajam a Europa. Cultura, arte, lazer e as lindas paisagens do país são motivos de sobra para justificar uma visita. Mas existe um item em especial que torna o destino único: sua culinária.

O chocolate italiano, em particular, é o favorito de muitos; e por razões óbvias: tradição centenária, criações artesanais e ingredientes selecionados distinguem os sabores genuínos dos produtos de cacau da Itália.


Uma ideia original de viagem é desfrutar de uma pausa gastronômica nas regiões históricas por trás da melhor produção de chocolate da Itália e participar dos eventos mais importantes que celebram esta iguaria. Neste post vou mostrar os principais destinos para chocólatras por lá.

 

Turim - Piemonte

Turim é uma das capitais mais importantes do chocolate, não só na Itália, mas também da Europa, desde o século XVII. Foi por lá que a primeira casa de chocolate foi aberta em 1678 com permissão real, e onde as máquinas foram inventadas para trabalhar e misturar a pasta de cacau.


Quando as guerras napoleônicas causaram uma escassez de cacau, um chocolateiro piemontês chamado Michele Prochet ampliou o pouco chocolate que tinha misturando-o com avelãs das colinas de Langhe. O resultado foi a criação do chocolate tradicional de Turim chamado gianduiotto, em homenagem a Gianduja, uma das máscaras da Commedia dell’Arte e símbolo de Turim.


Todos os principais fabricantes de chocolate – como Stratta, Talmone e Baratti – nasceram na capital do Piemonte durante o século XIX. Piemonte é também o berço da Nutella (Alba, 1964). Segundo a lenda, Pietro Ferrero inventou casualmente a pasta de chocolate mais popular do mundo quando o clima quente derreteu um pouco de seu creme de gianduia.

 

 

Modica - Sicília

A cidade de Modica é conhecida pela ‘Cioccolata Modicana’ local, caracterizada por uma receita antiga e original que confere ao chocolate uma textura granulada peculiar e sabor aromático. A receita original asteca para Xocoatl (uma bebida à base de cacau) inspirou esta especialidade durante o domínio dos espanhóis no sul da Itália.

Os sabores tradicionais do chocolate Modica são baunilha e canela, assim como pepperoncino ou pimenta malagueta, embora você possa encontrar todos os tipos de sabores, incluindo noz-moscada, pimenta branca e cardamomo. O produto é criado com uma técnica particular de “trabalho a frio” que deixa inalteradas as características de paladar, cor e cheiro do cacau.


A família Bonajuto é proprietária da chocolateria mais famosa da Sicília: a loja está no mesmo local no centro da cidade de Modica desde 1880!

 


 

Festivais de Chocolate!


Todos os anos, a Itália hospeda uma série de eventos que celebram o chocolate.Vejamos os principais:

Eurochocolate
Eurochocolate, Perugia (Úmbria): Esta é a feira de chocolate mais famosa da Itália, envolvendo não apenas marcas nacionais e internacionais, mas também artistas e iniciativas culturais. Acontece em outubro.

 


CioccolaTò, Turim (Piedmont): A área de exposição é uma verdadeira fábrica onde você pode ver as criações de chocolate ganharem vida. Não perca a Caça ao Tesouro Gianduiotto no centro da cidade! Realizado em novembro.

 


Chocobarocco, Modica (Sicília): Chocolate, história e arte combinados! Degustações de chocolate cercadas pela bela arquitetura barroca. As datas variam; em 2014 foi realizado em dezembro.

 


Cioccoshow, Bolonha (Emilia Romagna): Admire e prove as criações artesanais de chocolate na Piazza Maggiore. Acontece em novembro.

 


Showcolate, Naples (Campania): Saboreie berinjelas com chocolate, jogue tombola com cartões e chips de chocolate e admire outros exemplos da criatividade gastronômica napolitana! Geralmente realizada em dezembro. 

 

Comunidade TripHero
Ler conteúdo completo
Indicados para você