[ editar artigo]

O amor está no ar! 5 Destinos para curtir em casal!

O amor está no ar! 5 Destinos para curtir em casal!

 

Se conhecer novos países, cidades ou lugares é bom, viajar com a pessoa que você ama é ainda melhor! Uma viagem a dois pode ser também a melhor maneira de redescobrir ou reascender uma paixão!

Reuni neste post 5 lugares lindos e românticos. Estes destinos incríveis são perfeitos para as férias, dia dos namorados, lua de mel ou simplesmente para passar algum tempo com o amor da sua vida.

 

Bruges - Bélgica

Bruges é uma cidade medieval digna de conto de fadas. Com suas lindas praças, canais que recortam seu centro e suas ruas de paralelepípedos, é realmente uma das cidades mais românticas da velha Europa.

O que fazer por lá?

Navegue pelos canais. Bruges é chamada de “Veneza do Norte”. Caminhe ao longo da água ou pegue um dos barcos que partem de Huidenvettersplein. O passeio dura cerca de meia hora e vale a pena fazer, mesmo se você estiver com pouco tempo.

Experimente a deliciosa culinária local. Crocante por fora e feito com uma massa leve e fofa de baunilha, nada bate um incrível waffle belga. Este é o começo perfeito para sua aventura gastronômica em Bruges, mas não para por aí. Na cidade você ainda encontra alguns dos melhores chocolates do mundo, baggels, ostras frescas e as incríveis cervejas belgas. Vale a pena voltar com uns quilinhos a mais.

Suba na torre dos sinos, ou campanário. Os quase 400 degraus da subida irão tirar seu fôlego, mas ao chegar ao topo você será recompensado uma vista deslumbrante da cidade. O Campanário tem 83 m de altura e é levemente inclinado, a sensação de vertigem faz parte da aventura. A torre do século XIII abriga também um carrilhão com 47 sinos que costumava ser o antigo tesouro da cidade.

Bruges é uma cidade única. Existem muitos cantinhos apaixonantes a serem explorados. Ande sem rumo e encontre seu novo lugar favorito!

 

Cinque Terre - Itália

Cinque Terre era um relativamente desconhecido conglomerado de 5 pequenas cidades pesqueiras na Riviera italiana. Mas, graças às vistas incríveis e charme incomparável, sua popularidade está agora nas alturas.

Em cada uma das 5 cidades, casas coloridas e vinhedos agarram-se aos terraços íngremes, os portos estão repletos de barcos de pesca e as trattorias servem especialidades de frutos do mar juntamente com o famoso molho da região de Ligúria, o pesto. O vinho local também é uma atração a parte. A trilha para caminhada Sentiero Azzurro, ladeada por penhascos, liga as vilas e oferece vistas panorâmicas para o mar. É de cair o queixo.

O que fazer por lá?

Conheça todas as 5 cidades. Elas são pequenas e coladas uma na outra, mas cada uma tem seu charme único e vale a pena conhecer. Elas São:

Riomaggiore: A primeira parada para quem for conhecer as cidades de trem. Foi construída entre 2 colinas acidentadas e tem muitas escadas íngremes e becos interessantes para explorar. As lindas casas coloridas são construídas verticalmente sobre as rochas. 

Manarola: As casas incrivelmente lindas em tons pastéis que vão do rosa ao verde, do amarelo ao azul, que se confundem com o horizonte ao entardecer vão te deixar encantado. A cidade é rodeada por campos de uvas verdes nas encostas de montes formando uma paisagem linda. O pequenino porto dá um charme especial à cidade.

Corniglia: A única das cinco cidades que não foi construída ao nível do mar. Como é menos acessível do que as outras cidades, é também a mais tranquila, mas isso não a torna menos bonita. É perfeito para relaxar e descontrair, especialmente se você quiser desfrutar de belas vistas sem a multidão.

Vernazza: Provavelmente a cidade mais fotografada de Cinque Terre. E por um motivo: oferece vistas deslumbrantes e é fácil se perder na beleza de suas ruas pequenas, estreitas e coloridas. Considerando que todo mundo quer tirar uma foto aqui, esteja preparado para algumas filas nos pontos mais bonitos.

Monterosso: Muito maior do que as outras quatro cidades, se assemelha as demais cidades da Riviera italiana, talvez por isso não tenha o mesmo charme das outras, mas é a que oferece maior estrutura. Se você gosta de banhos de sol, pode alugar uma espreguiçadeira na bela praia de areia, ideal para relaxar e descontrair. Além disso, há mais hotéis, restaurantes e lojas em Monterosso. Também é muito mais fácil de acessar com suas ruas planas, o que o torna o lugar perfeito para famílias com crianças pequenas ou qualquer pessoa com problemas de mobilidade.

 

Kyoto - Japão

Antiga capital imperial do Japão, ou Kyoto é apaixonante. Em seu centro antigo parece que o tempo não passou, e você se sentirá na era dos samurais. A cidade (capital do Japão do século VIII até XVII) conta com mais de 2 mil templos e também as residências e palácios onde a família imperial morava. Seu jardim botânico e suas arvores de cerejeira serão paisagens perfeitas para um passeio romântico!

O que fazer em Kyoto?

Hospede-se em um "Ryokan":
Ryokan são pousadas japonesas tradicionais que eram a escolha popular dos viajantes na época samurai. Que maneira mais perfeita para um casal relaxar do que um jantar vários pratos tradicionais em uma sala privativa de tatame, seguida de um banho em uma onsen (fonte termal) particular. Depois desfrutar de alguns momentos juntos em seus kimonos enquanto olham para seu próprio jardim privado. Uau.

Passeie pelo Caminho do Filósofo:
O Caminho do Filósofo é uma caminhada romântica de 2 km ao longo de um canal repleto de cerejeiras, ao sul de Ginkaku-ji (O Pavilhão Prateado) até o Templo de Nanzen-ji. O local é impressionante na primavera, quando as flores de cerejeira florescem formando um túnel de pétalas rosa. A área ao redor do caminho é repleta de cafés, tornando-o um local perfeito para os casais se sentarem e relaxarem com uma xícara de café e admirar a bela paisagem.

Teste o seu amor no Santuário Jishu:
Jishu Shine pode ser encontrado no jardim do Kiyomizu-dera, o templo mais famoso de Kyoto. O santuário é dedicado ao amor e ao casamento e é o local procurado para "testar" se um relacionamento será bem-sucedido. O desafio está nas “Pedras do Amor”, um par de pedras que diz a lenda, se você conseguir andar de uma a outra com os olhos fechados, seu amor durará para sempre. Boa sorte!

 

Castelo de Neuschwanstein - Alemanha

Não, essa foto não é uma montagem e este cenário digno de filme da Disney realmente existe e pode ser visitado. O Castelo de Neuschwanstein foi construído na segunda metade do século XIX, perto das cidades de Hohenschwangau e Füssen, no sudoeste da Baviera.

Sua semelhança com um filme não é por acaso pois a arquitetura do castelo possui um estilo fantástico e serviu de inspiração ao "Castelo da Bela Adormecida", símbolo dos estúdios Disney.

Apesar de não ser permitido fotografar o seu interior, é um dos edifícios mais fotografados da Alemanha e um dos mais populares destinos turísticos europeus, além de também ser considerado um cartão postal do país.

O castelo em si é repleto de história e vale a viagem por si só. Os tours de visitação contam sobre a historia do lugar, seus habitantes, as curiosidades arquitetônicas e muito mais. Tudo, claro, finalizado por um gift-shop bem abastecido. Cuidado para não querer levar tudo.

Se visitar um castelo de princesa da Disney não for romântico o suficiente, que tal aproveitar o que as cidades vizinhas, Neushwanstein e Füssen tem a oferecer? Boa comida, paisagens incríveis, lagos cristalinos, montanhas verdes com neve perene no topo esperam sua visita. É lindo demais.

 

Aurora Boreal - Islândia

Ok, este último destino não é exatamente um destino, mas sim um fenômeno meteorológico. A Aurora Boreal (esses lindos raios multi coloridos de luz que podemos ver na foto acima) acontece em diversos países no hemisfério norte. Existe também a versão hemisfério sul que é chamada Aurora Austral. Ela pode ser vista no sul do Chile e Argentina, na região da Patagônia e no sul da Nova Zelândia e na Tasmânia.

Dentre os países em que é possível testemunhar este magnífico fenômeno a Islândia se destaca por ter baixa poluição luminosa, já que é pouco povoada e por também ser um lugar de natureza quase intocada e de paisagens inesquecíveis.

Como a Aurora Boreal não é exatamente fácil de ser vista, você precisará de alguns elementos além da sorte para ser presenteado com este show da natureza. Aqui estão eles:

Época do ano: Para ver a Aurora Boreal é preciso estar bem escuro, portanto os meses mais indicados são de setembro a abril, quando a noite é mais longa e escura. Evite os meses de dezembro e janeiro, porque são muito frios para sair à procura do fenômeno durante a noite e é quando o tempo tende a ser mais nebuloso.

Índice KP: É a escala de atividade magnética e varia de 0 a 9. Quando o índice KP é 0, a atividade magnética é bem baixa, portanto a aurora será bem fraca ou inexistente, e quando ele é 9 a aurora provavelmente estará muito forte. Existem aplicativos para celular que você pode baixar e acompanhar a atividade para os dias de caça a Aurora Boreal.

Meteorologia: A aurora acontece acima das nuvens, o que significa que se o céu estiver encoberto não vai ser possível observá-la. A boa notícia é que esse é um fato mais fácil de ser previsto, apesar de o tempo mudar muito na Islândia, existem inúmeros sites e aplicativos que mostram a situação atual e nas próximas horas.

Poluição Luminosa: Se você estiver em uma cidade grande, ou algum lugar com muita luz, fica difícil de conseguir ver as luzes das estrelas e da Aurora Boreal no céu. Procure hospedar-se em lugares mais remotos, em vez de em cidades. Vale a pena também observar as fases da lua. Em uma aurora fraca, a luz da lua cheia pode atrapalhar a visualização, mas não se atenha muito a isso. Em uma aurora forte a lua cheia não só não atrapalha como se soma as luzes para criar um espetáculo ainda mais bonito.

Mesmo com os itens acima pensados e estudados existe a chance de você não ver a Aurora Boreal, afinal o item talvez mais relevante da lista é a sorte. Mas não se deixe derrubar e aproveite as noites na fogueira perto da floresta, os gélidos mares e paisagens intocadas do país para rechear sua viagem de lembranças incríveis.

 

 

Comunidade TripHero
Thiago Favero
Thiago Favero Seguir

Um designer paulistano apaixonado por viajar e curtir a vida!

Ler conteúdo completo
Indicados para você